22 de setembro de 2016

Bem vindo, Luís


Estamos a acabar as últimas formalidades para a contratação, durante nove meses, de Luís Lopes, com o apoio do IEFP e da campanha de financiamento pela malta que fizemos na primeira metade deste ano.
Neste momento a Montis não pode garantir que terá recursos para uma contratação posterior, mas iremos trabalhar nesse sentido, tal como fizemos com o João Miguel: primeiro estagiário, escolhido após consulta pública, hoje funcionário da Montis.
O Luís, que começará a trabalhar, se tudo correr bem com a papelada, no dia 1 de Outubro, vai dar sequência ao proposto na campanha que fizemos, estruturando melhor um programa de voluntariado, organizando as oficinas de engenharia natural (estamos a apontar para uma em Novembro, e outra em Dezembro, mas ainda não estão definidas datas), os fins-de-semana voluntários previstos e o campo de trabalho internacional.
Será também o Luís a organizar os "Passeios do Fogo", um conjunto de passeios que estamos a estruturar, em que contamos com pessoas que estudam e conhecem o fogo e a ecologia do fogo, e que têm como objectivo aprender com os recentes fogos na Freita e Arada, interpretando o que hoje se vê e a forma como a recuperação dos sistemas venha a ocorrer.
Compreender o fogo, as suas causas, a forma como se desenvolve, de que forma influencia a evolução dos sistemas naturais, é um passo fundamental para melhor o integrar nas estratégias de gestão do território e para o gerir de forma socialmente optimizada. Esperamos que estes passeios nos ajudem a pensar e agir melhor em relação ao fogo.
Agora, com duas pessoas, será possível garantir uma maior presença no terreno, mesmo tendo em atenção as limitações decorrentes da opção do João Miguel fazer um novo mestrado para alargar a sua formação, depois de ter concluído o seu mestrado em Arquitectura Paisagista.
A Montis não se orgulha do que paga aos seus colaboradores, reconhecemos que é pouco e tentamos ir melhorando, mas orgulha-se de procurar apoiar todas as oportunidades de formação e crescimento profissional que seja possível dar ou permitir aos seus funcionários.
Temos também, neste momento, muito boas perspectivas de obter recursos adicionais para algum trabalho técnico de gestão, que se articulará com o trabalho dos voluntários.
Paulatinamente, mas não com a vivacidade que gostaríamos, temos alargado a nossa base de sócios, exactamente para garantir uma maior sustentabilidade da associação, porque queremos que o funcionamento base da associação dependa essencialmente dos seus sócios, o que por enquanto não acontece.
É a altura ideal para quem queira fazer melhor que os actuais orgãos sociais, e isso é seguramente possível, começar a pensar em candidaturas às eleições, que serão realizadas até ao fim do ano.

19 de setembro de 2016

Domingos voluntários

O programa de voluntariado da Montis teve início em Abril de 2015. Desde o primeiro dia quisemos ter uma data fixa (o segundo sábado de cada mês) para que os nossos voluntários pudessem dirigir-se aos terrenos livremente com a certeza de que alguém estaria lá para os receber e os orientar no trabalho.

Luís e Ruão no fim de uma jornada de trabalho.

Por vários motivos, entre eles a gestão dos recursos humanos da Montis e o facto de queremos dar oportunidade a todos os sócios de participar nas nossas atividades, decidimos mudar o dia de voluntariado para o segundo domingo de cada mês.

Durante os próximos meses iremos fazer esta experiência e avaliar os resultados.

Como em todas as sessões anteriores, os nossos dias de voluntariado vão continuar a ser descontraídos e relaxados. Há coisas que nunca vão mudar e apesar do imenso trabalho que os nossos voluntários têm feito, haverá sempre tempo conviver, passear e desfrutar do que esta serra tem de melhor, o carvalhal da Montis.

Até breve!

13 de setembro de 2016

A Montis nos Olivais

A convite da Junta de Freguesia dos Olivais, em Lisboa, a Montis esteve na Sustentabilis, a Feira de Empreendedorismo e Sustentabilidade organizada no Vale do Silêncio, um bom parque urbano desenhado por Álvaro Dentinho.
Vários sócios da Montis também lá estiveram com os seus próprios stands (a Ambiodiv que participou no Colóquio de Outono de 2014, a EcoSalix, que fará as próximas oficinas de engenharia natural, o Frederico Lucas e o seu projecto de Novos Povoadores e outros mais).
Foi uma boa oportunidade para ficar a conhecer melhor pessoas com quem temos interesses comuns e com quem fizemos e faremos coisas de que gostamos.

Sem a disponibilidade dos sócios que deram do seu tempo para ajudar quem ainda não conhecia a Montis e os sócios que por lá passaram para dois dedos de conversa, não teria sido possível ter o stand da Montis aberto durante quatro dias. Muito obrigado Pedro, Arminda, Zé Tó, Henrique, Isabel, e foi um prazer estar convosco, Dolores, António, Tita, João Carlos.

12 de setembro de 2016

Pedalamos no domingo?

É já no próximo domingo o 1º passeio de bicicletas da Montis.



O encontro é às 10:00 no Ecomuseu de Vermilhas (40°39'22.7"N 8°08'57.8"W), onde começa e termina o passeio. 

O percurso tem cerca de 25 km, dificuldade média e será feito a um ritmo calmo. No fim, como em todos os passeios da Montis, teremos preparada uma merenda convívio para repor as energias. 

Durante o passeio faremos ainda um pequeno desvio para visitar as propriedades da Montis e ver o trabalho que os nossos voluntários têm feito no carvalhal. 

As inscrições e pedidos de informação podem ser feitos através de montisacn@gmail.com ou do nº 912996340.

Como chegar ao Ecomuseu de Vermilhas:

Na Autoestrada A25 sair para Vouzela/S. Pedro do Sul e na primeira rotunda seguir as indicações em direção a Cambra/Confulcos.
Antes de entrar em Cambra seguir para Carvalhal de Vermilhas, à esquerda.
Depois de passar por baixo da A25, atravessam-se as aldeias de Tourelhe, Corujeira, Santa Comba, Chã, atravessar ainda a aldeia de Vermilhas e depois de passar a ribeira, à direita, está o Ecomuseu.

Nota importante: Todos os participantes devem trazer uma bicicleta para o passeio. 

9 de setembro de 2016

Aparecer sem avisar

Amanhã, às 10h00 rumamos aos carvalhais da Montis na Serra do Caramulo para mais um dia de voluntariado.

Nuno Neves
A ideia é trabalhar, conviver, passear e comer uma merenda. Tão simples como isto.

O encontro é na aldeia de Vermilhas, Vouzela (40°39'30.4"N 8°08'54.3"W). A equipa da Montis estará seguramente no terreno entre as 10h00 e as 16h00, dando flexibilidade aos voluntários para chegarem mais tarde ou irem embora mais cedo.

Mesmo sem nos terem contactado ou terem feito inscrição, apareçam. Garantimos um dia bem passado e mais um par de mãos são sempre uma ajuda preciosa.

O número de apoio para nos encontrarem é o 912996340, estaremos aqui.

Até amanhã!

7 de setembro de 2016

Sustentabilis - Feira de Empreendedorismo e sustentabilidade

A Montis marcará presença na Sustentabilis - Feira de Empreendedorismo e sustentabilidade, entre os dias 8 e 11 de Setembro.



O evento, organizado pela Junta de Freguesia dos Olivais, realiza-se no Vale do Silêncio (Olivais, Lisboa) e tem entrada livre a partir das 12h.

A Montis será também um dos participantes na tertúlia sobre corwdfunding, que será domingo por volta das 16:00.

Pedimos a colaboração dos sócios que tenham disponibilidade e estejam pela zona para aparecerem e darem uma ajuda no stand da Montis. Os interessados devem entrem em contacto connosco (montisacn@gmail.com | 912996340). 

Até breve!